Conheça as vantagens da mídia paga casada com conteúdo de qualidade

Quando falamos em publicidade em revista, jornal ou programa de TV, é bem fácil imaginar, certo? Mas e quando pensamos em anunciar na internet? Parece um conceito bem amplo, não é mesmo?

Não é à toa. Há muitas formas de fazer publicidade paga na internet. Anúncios no Facebook, links patrocinados, banners, conteúdos patrocinados em blogs, chamadas em vídeo no YouTube. Tudo isso faz parte do universo da mídia paga online.

A mídia paga online nada mais é que qualquer tipo de publicidade feita na internet. Ou seja, você cria um anúncio e paga para que algum tipo de veículo mostre sua campanha ou conteúdo aos usuários.

E você, empreendedor, tem muitas razões para investir em mídia paga. Vamos conhecer algumas delas:

Aumenta a visibilidade

Ter um anúncio online garante que mais pessoas tenham acesso à sua marca quando estiverem fazendo uma pesquisa ou visitando algum site, e isso atrai mais atenção para a sua empresa.

 

Gera tráfego

Todo anúncio online é clicável, e isso dá uma chance real para que você receba um potencial cliente no seu site, Assim, ele pode descobrir sua marca e comprar um dos seus produtos.

O tráfego também é um dos fatores que colaboram para uma boa estratégia de SEO e pode melhorar o posicionamento do seu e-commerce nos buscadores.

Pode trazer resultados rápidos

Trata-se de uma estratégia que tem, geralmente, resultados no curto prazo. Você poderá observar os resultados algumas horas depois de seu anúncio ter sido publicado.

O investimento é flexível

A mídia paga costuma ter valores bem flexíveis, e por isso não é preciso fazer um investimento alto logo de cara, quando você ainda está conhecendo a ferramenta.

No Facebook, por exemplo, o investimento começa com 1 real. Isso torna a estratégia extremamente acessível a pequenos empreendedores que ainda não têm um grande orçamento para marketing online.

Maior possibilidade de segmentação

Quando você anuncia em um metrô, por exemplo, tem apenas uma vaga ideia de quem são as pessoas que vão ter acesso à publicidade, mas no universo online isso é bem diferente.

Primeiro, você pode escolher o momento de compra: pode anunciar enquanto o consumidor está se entretendo, consumindo conteúdo e até já na pesquisa final de compra.

 

Diferentes formatos para apostar

Os três principais modelos para mídia paga são: redes sociais (Facebook, Twitter, LinkedIn e Intagram, por exemplo), conteúdo, e redes de pesquisa (como o Google Adwords).

No primeiro caso, você pode escolher a rede social que mais tenha a ver com seu público e garantir uma aproximação com ele. Se a maioria dos seus clientes está no Facebook, por que não disseminar seu conteúdo por lá e ter a oportunidade de estar sempre presente na vida deles? Existem muitos motivos para sua marca estar presente nas redes sociais, e essa é uma ferramenta que você deve aproveitar.

O conteúdo é eficiente porque combina sua publicidade com informações e desperta o desejo de consumir. Se você tem uma empresa de cerâmicas, uma matéria sobre como montar um jantar para a ceia de fim de ano pode ser o gancho que você precisa para atrair novos compradores.

E anunciar em buscadores, com os links patrocinados, garante que você vai atender um desejo específico de quem está buscando, aumentando as chances de conversão. Os buscadores são excelentes meios para atingir aquele consumidor que já está na fase final do processo de compra. O desejo dele já foi despertado, ele já tem as informações de que precisa e está perto de comprar. Anunciando nos buscadores, você chama a atenção do cliente quando ele está procurando a loja ideal para fechar negócio.

Facilidade para medir resultados

É fácil medir quantas pessoas clicaram no seu anúncio, quantas efetivamente compraram e até quem chegou no carrinho e desistiu.

As mídias pagas oferecem relatórios bem completos, que revelam esses e outros dados importantes sobre a experiência do cliente e ajudam a melhorar seus anúncios para otimizar os resultados.

 

Você não pode ficar para trás

Sua empresa, muito provavelmente, não é a única do segmento no mercado. É bem possível que seus concorrentes já estejam anunciando nas mídias pagas e você tenha de se manter no páreo com eles.

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *