Como alcançar as primeiras colocações nas buscas orgânicas?

Quando você pesquisa na internet, dificilmente vai para a segunda página de resultados. Sabe por que sabemos disso? Porque é algo comum para todas pessoas online, de acordo com uma série de pesquisas. Levantamento da Chitika afirma que 91,5% das buscas se mantêm na primeira página.

Na prática, isso significa que quem está no topo de resultados sempre tem maior chance de ganhar um clique. Ou seja, se um potencial cliente pesquisar um produto que você vende e a sua loja estiver em uma colocação ruim, é bem provável que ele nem descubra que você existe.

Aposto que quando você percebeu isso passou a se perguntar: “E como eu faço para chegar às primeiras posições?” Com certeza, esse era um grande dilema. Era, porque o segredo para ser mais bem ranqueado nas buscas está nas estratégias de SEO, e você vai aprender agora seis dicas bem simples para melhorar seu posicionamento:

Quais as melhores palavras-chave

Você sabe como as buscas na internet funcionam? Você abre um buscador, digita as palavras e os resultados aparecem. Essas palavras que colocamos na caixinha de pesquisa são os termos de busca ou palavras-chave. São elas que vão levar (ou não) até o seu site. Então, o primeiro passo é descobrir quais palavras você gostaria que remetessem à sua loja, e quais o fazem realmente.

Você vai perceber que pode aparecer em diferentes posições, dependendo da pesquisa. Se o seu negócio é uma floricultura, pode diagnosticar que para “floricultura 24 horas” sua loja aparece em oitavo lugar, porque não há muitas concorrentes; mas para “floricultura no Ibirapuera” ela nem aparece, porque existem muitas na região.

É bem útil eleger essas palavras-chave e tentar incluí-las no seu site. Também é bom fazer um relatório e ir analisando o quanto você está subindo ou descendo no posicionamento.

Entenda as regras

São os buscadores que elegem o que deve ou não estar nas primeiras posições, baseados em alguns fatores sobre os quais vamos falar já. Mas não é por isso que você deve achar que pode passar a perna neles e dar algum “jeitinho” de se colocar bem nos resultados sem cumprir o que os motores de busca pedem. Para saber o que você pode e não pode fazer, leia com carinho os guias dos buscador, como este do Google.

Material de qualidade e compartilhável

Esse é, realmente, o grande segredo. Além das palavras-chave, alguns dos fatores que os buscadores levam em consideração para ranquear bem são a relevância do seu site e como as pessoas estão reagindo a ele. Se um cliente em potencial faz uma busca, escolhe seu site e dá a pesquisa por encerrada, você, com certeza, deve ter um ótimo material.

Se outros sites dão links para o seu, também estão mostrando que têm você como referência e que seu conteúdo vale a pena ser compartilhado. E isso conta muitos pontos para você.

Em contrapartida, deixar o site abandonado, sem atualizações ou copiar material que já esteja disponível, além de crime, pega muito mal com os buscadores, e seu site pode até ser excluído das buscas! Então lembre-se: caprichar no conteúdo traz mais autoridade para sua marca, chama a atenção de outros sites, que podem linkar o seu, e ainda aumenta a chance de os próprios usuários compartilharem seu material.

Códigos

Talvez essa seja uma parte sobre a qual você, empreendedor que tem mil e uma coisas para dar conta, não tenha muito conhecimento, mas a tecnologia e seus códigos, que são os esqueletos estruturais do site e garantem o bom funcionamento do seu e-commerce, também precisam ser otimizados. Isso porque os buscadores também leem as linhas de código.

Você pode conversar com o seu programador sobre isso ou contratar uma equipe de especialistas no assunto, mas não deixe de dar atenção aos códigos e fazer com que eles também tenham as palavras-chave que você quer. O que os olhos não veem os buscadores sentem, sim! “O código do seu site deve estar bem organizado e feito de maneira clean, simples. É importante seguir as regras de codificação padronizadas pelo mercado, que os desenvolvedores conhecem”.

Parcerias

Você não precisa ficar esperando as pessoas descobrirem seu conteúdo e linkarem seu site. Faça parcerias com outros sites que atendam o mesmo segmento que você, ofereça material e crie conteúdo fazendo referência aos seus parceiros, assim todo mundo se ajuda.

Se você quer saber como usar essas ferramentas para potencializar suas vendas e fazer sua empresa crescer, acompanhe nossas atualizações e visite o nosso blog.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *